Leitura bíblica - dia 35

Gênesis 35
Deus instrui a Jacó que vá habitar em Betel, erga altar em Seu louvor e ordena que todo o povo livre-se dos deuses estranhos (ídolos). Que se purificassem. Importantes coisas acontecem neste capítulo:
- Deus troca o nome de Jacó para Israel.
- Raquel morre ao dar a luz a Benjamin.
- Morre Isaque

Salmos 35
Um salmo de Davi. Eis tudo o que sabemos sobre este Salmo, mas a evidência interna parece fixar a data de sua composição nos tempos turbulentos em que Saul caçava Davi subindo e descendo por montes e vales, e quando aqueles que bajulavam o rei cruel caluniavam o objeto inocente de sua ira; ou talvez se refira aos dias inquietos de freqüentes levantes quando Davi já era idoso. O salmo inteiro é o apelo ao céu de um coração corajoso e uma consciência limpa, irritado pelas medidas por opressão e malícia. Sem dúvida nenhuma o Senhor de Davi pode ser visto aqui pelo olho espiritual.

Marcos 7
Lavar as mãos antes das refeições é um excelente hábito!  Não lavar pode até trazer doenças,  principalmente nos costumes judaicos onde várias refeições dispensam talheres, sendo consumidas diretamente com as mãos. Contudo, não podemos dizer que se trata de um pecado, pois em momento nenhum encontramos essa referência nas Sagradas Escrituras. Mas quando se trata de religião,  muitas e muitas vezes a tradição fala mais alto do que a própria Escritura. Por isso, neste capítulo, os religiosos ficam indignados com os discípulos de Jesus (eles não lavaram as mãos).

"Respondeu-lhes Jesus: Bem profetizou Isaías acerca de vós, hipócritas, como está escrito: Este povo honra-me com os lábios; o seu coração, porém, está longe de mim; mas em vão me adoram, ensinando doutrinas que são preceitos de homens. Vós deixais o mandamento de Deus, e vos apegais à tradição dos homens. Disse-lhes ainda: Bem sabeis rejeitar o mandamento de Deus, para guardardes a vossa tradição."
(Marcos 7:6/9)