Leitura bíblica - dia 36

Gênesis 36
Este capítulo traz a genealogia de Esaú. Nas entrelinhas temos preciosos dados.

Salmos 36
Ao mestre dos músicos. Aquele que era encarregado do culto no templo era encarregado do uso desse canto no culto público. O que é responsabilidade de todos nunca é feito. Era por bem ter uma pessoa para cuidar especialmente do culto de cântico na casa do Senhor. De Davi, o servo do Senhor. Isso parecia indicar que o salmo cabe especialmente a uma pessoa que julga ser honra ser chamado servo de Jeová. É o CANTO DO SERVIÇO FELIZ; pessoa em quem todos podem se unir que levam o jugo leve de Jesus. Os ímpios são contrastados aos justos, e o grande Senhor dos homens piedosos é exaltado com entusiasmo; portanto, insiste-se em obediência a um mestre tão bom indiretamente, e condena-se claramente o rebelar-se contra ele.

Marcos 9
A passagem da Transfiguração nos mostra a imensa distância que existe entre Cristo e todos os outros ensinadores que Deus outorgou à humanidade. Marcos nos conta que Pedro, “não sabendo… o que dizia”, propôs fazerem “três tendas”: uma seria para Jesus, outra, para Moisés, e outra, para Elias; como se os três merecessem a mesma honra. Mas esta proposta foi imediatamente censurada de maneira notável: “Veio uma voz, dizendo: Este é o meu Filho, o meu eleito; a ele ouvi”. Aquela era a voz de Deus, o Pai, reprovando e instruindo. Aquela voz proclamou aos ouvidos de Pedro que, embora Moisés e Elias fossem grandes, ali estava Alguém que era maior do que eles. Moisés e Elias eram apenas súditos, Jesus era o Filho do Rei.
Estas solenes palavras do Pai devem sempre ecoar em nossos ouvidos e tornarem-se o conceito fundamental de nosso cristianismo. Honremos os ministros do evangelho por amor ao Senhor deles. Sigamos os seus ensinos até ao ponto em que eles seguem a Cristo. Entretanto, nosso principal objetivo deve ser ouvir a voz de Cristo e O seguir por onde quer que Ele vá. Outros podem ouvir a voz da igreja e se contentarem em dizer: “Escuto este ou aquele pastor”. Jamais nos sintamos satisfeitos, a menos que o Espírito Santo testifique em nosso coração que ouvimos a voz do próprio Cristo e somos discípulos dEle.

Fonte: www.monergismo.com