Leitura bíblica - dia 40

Gênesis 40
Dois funcionários do Faraó vão para a cadeia: o chefe dos copeiros e o chefe dos padeiros. Lá conhecem José.  Certo dia eles têm sonhos estranhos e contam a José que interpreta da seguinte forma: o copeiro irá ser restituído à sua função enquanto o padeiro será enforcado.  Três dias depois é exatamente isso que acontece. José pede ao copeiro que interceda por ele junto a Faraó.  Mas isso não acontece de imediato.

Salmos 40

TÍTULO
Ao mestre da música. Um salmo tão precioso foi entregue de modo especial ao mais hábil dos músicos sacros. A música mais nobre deve ser tributada a um assunto incomparável. A dedicatória mostra que o cântico foi feito para o culto público, e não foi composto para hino pessoal, como poderia se supor do emprego da primeira pessoa do singular. Um salmo de Davi. Conclusivo quanto à autoria: elevado pelo Espírito Santo à região de profecia, Davi foi honrado ao escrever com respeito de um muitíssimo maior do que ele próprio.

ASSUNTO
Jesus evidentemente está aqui, e embora possa não ser um exagero violento de linguagem ver tanto Davi como seu Senhor, tanto Cristo como a igreja, o comentário duplo poderia se enrolar em obscuridade, e por isso deixaremos o sol brilhar, muito embora isso possa esconder as estrelas. Mesmo que o Novo Testamento não fosse tão insistente sobre isso, nós teríamos concluído que Davi falava de nosso Senhor em Sl 40.6-9, mas o apóstolo, em Hb 10.5-9, tira toda possibilidade de conjectura em Hb 10.5-9, e limita o sentido àquele que veio ao mundo para fazer a vontade do Pai.
(Charles Spurgeon)

Marcos 13
Podemos ficar analisando este capítulo durante anos.  Livros inteiros já foram escritos sobre ele.  Pregações e mais pregações já foram expostas.  Mas como nossa intenção aqui é apresentar um resumo de cada capítulo,  podemos dizer que se trata de profecias de Jesus. Algumas já aconteceram e estão relatadas na própria Bíblia,  como as perseguições narradas no livro de Atos. A destruição do Templo (não restará pedra sobre pedra) aconteceu menos de quarenta anos depois com a destruição de Jerusalém. Outras ainda estão por vir. Mas o próprio Jesus alerta contra os falsos profetas.  Então, sejamos prudentes.
"O que lhes digo, digo a todos: Vigiem!"
(Marcos 13:37)