Leitura bíblica - dia 55

Êxodo 5
Com a aprovação e confiança do povo, Moisés e Arão vão até faraó pedir para que ele permita que os hebreus saiam até o deserto para oferecer sacrifícios a Deus. Caso contrário, Ele mandaria severos castigos.  Faraó fica indignado com o pedido, pois os escravos hebreus teriam que interromper seu trabalho.  Além de não permitir, ele aumenta a carga de trabalho. O povo passa a ser pressionado a acumular tarefas sem reduzir a produção habitual. Isso trouxe um grande sofrimento e Moisés ouve a primeira das muitas reclamações que ainda viriam nos próximos quarenta anos:

"...e lhes disseram: "O Senhor os examine e os julgue! Vocês atraíram o ódio do faraó e dos seus conselheiros sobre nós, e lhes puseram nas mãos uma espada para que nos matem".
(Êxodo 5:21)

Moisés se queixa a Deus.

Salmos 55
Seria perder tempo fixar uma data e encontrar uma ocasião para este salmo com qualquer dogmatismo. Reza como um canto do tempo de Absalão e Aitofel. Foi depois que Davi apreciou a comunhão de adoração em paz (Sl 55.14), quando ele era ou tinha acabado de se tornar um habitante de uma cidade (Sl 55.9-11), e quando se lembrou de suas próprias andanças pelo deserto no passado. Ao todo, parece-nos estar relacionado com aquela época triste em que o rei foi traído pelo seu conselheiro de confiança. O olho espiritual volta e meia vê o filho de Davi e Judas e os principais sacerdotes aparecendo e desaparecendo sobre a tela incandescente do salmo.
(Charles Spurgeon )

Lucas 12
Este é um dos mais ricos capítulos até agora. Não deixe de ler. Aqui temos muitos ensinamentos de Jesus. Muitos ditos cristãos da atualidade, fazem distinção entre o Deus do Antigo Testamento, que seria irado e mal humorado, e o Deus do Novo Testamento, que seria todo carinho e amor. Porém, é Jesus quem mais fala sobre o castigo no inferno em toda a Escritura. Arrependa-se dos seus pecados.