Leitura bíblica - Dia Bônus

Obadias
É a profecia trágica contra a nação de Edom (descendentes de Esaú), que narra a conclusão de um problema originado 1500 anos antes com a imaturidade dos pais de Esaú e Jacó. O pai, Isaque, preferia o filho Esaú.  A mãe, Rebeca, preferia o filho Jacó. Isso criou uma rivalidade que se estendeu por séculos aos seus respectivos descendentes. E sendo Israel (Jacó) a nação escolhida por Deus, sua oponente Edom (Esaú) sofre as consequências.
(Romanos 9:10 a 16)

Ageu
Ageu é o primeiro profeta dado ao povo após o cativeiro da Babilônia.  Através de suas profecias, o Templo e o culto a Deus foram restabelecidos. Ele censura o povo porque este não dera importância à construção do Templo e à instauração do culto a Deus, mas apenas cobiçava e trabalhava com afinco em benefício dos próprios bens e das próprias casas. Por isso eles também foram afligidos com carestia e com danos nas plantações, vinho, grãos e todo tipo de cereais. Isso aconteceu para servir de exemplo a todos os ímpios que não davam importância à Palavra de Deus e ao culto e só queriam encher as suas sacolas.  (Martinho Lutero)

Filemom
Esta epístola apresenta um grande exemplo de amor cristão. Paulo abraça a causa do pobre Onésimo, representando-o frente a seu amo com tudo o que pode, procedendo como se ele fosse o próprio Onésimo, o faltoso. Não o faz, porém, com força ou imposição,  embora tivesse esse direito, mas desiste desse seu direito, com o que leva Filemom a desistir também do seu direito. Como Cristo fez em relação a Deus Pai, também Paulo procede em favor de Onésimo em relação a Filemom.  Pois Cristo também se despojou do seu direito,  rendendo o Pai com amor e humildade,  de modo que este teve que aplacar sua ira e dobrar seu direito, aceitando-nos por graça, por causa de Cristo que realmente nos representa e assim nos acolhe do fundo do coração, pois todos somos seus Onésimos, contanto que creiamos. (Martinho Lutero)

Judas
Em sua carta Judas, irmão de Jesus (Mateus 13:55), nos alerta contra os falsos profetas e nos exorta a permanecermos firmes na fé.