Leitura bíblica - dia 63

Êxodo 12
Não.  A história da Páscoa não é bem do jeito que o mundo nos ensina. No lugar do chocolate, ervas amargas e pães sem fermento.  No lugar de um coelhinho fofo, um cordeiro morto e ensanguentado. E é justamente o sangue desse cordeiro que salva o povo de Deus.

Algo grande está para acontecer.  Contagem regressiva para a libertação do povo hebreu. Deus dá a Moisés as instruções para aquela noite, já estabelecendo que a cada ano deveriam comemorar de forma semelhante, esta que seria a Páscoa. Um cordeiro teria que ser sacrificado e seu sangue deveria ser passado em volta das portas das casas pelo lado de fora. A décima praga (a morte dos primogênitos) seria realizada naquela mesma noite, e o sinal do sangue do cordeiro, livraria os hebreus da desgraça. E assim foi. Em cada casa egípcia houve mortes. Morreu desde o filho mais velho do faraó, até o filho mais velho do mais pobre egípcio e também dos animais. O povo hebreu nada sofreu.

Depois disso o faraó não apenas deixou o povo sair, mas os expulsou!  O povo egípcio incentivava para que fossem logo embora e até colaboravam com comida, roupas, prata e ouro.

Assim o povo de Israel saiu do Egito, exatamente depois de 430 anos. Mas essa história ainda continua.

Salmos 62
O salmista marcou suas próprias pausas, inserindo SELAH no fim de Sl 62.4, 8. Sua confiança verdadeira e única em Deus ri-se, zombando de todos os seus inimigos. Quando este salmo foi composto não nos era necessário saber, visto que a fé verdadeira é sempre atual e, geralmente, está sob provação. Além disso, os sentimentos aqui pronunciados cabem bem em ocasiões que são muito freqüentes na vida de um crente e, portanto, não é necessário destacar um único incidente histórico para explicá-las.

Lucas 19
Jesus se hospeda na casa do publicano Zaqueu e isso causa indignação nas pessoas: "como pode ele conviver assim com pecadores? "
No entanto, Zaqueu se mostra verdadeiramente arrependido dos seus pecados e Jesus declara que alí houve salvação.

"Pois o Filho do homem veio buscar e salvar o que estava perdido".
(Lucas 19:10)