Leitura bíblica - dia 81

Êxodo 30
Deus dá mais orientações para a construção do altar e para os sacrifícios. Perceba que para o perdão dos pecados (propiciação) sempre é necessário o derramamento de sangue, o que nitidamente aponta para Cristo.

"Uma vez por ano, Arão fará propiciação sobre as pontas do altar. Essa propiciação anual será realizada com o sangue da oferta para propiciação pelo pecado, geração após geração. Esse altar é santíssimo ao Senhor."
(Êxodo 30:10)

Salmos 80
Pela quarta vez, temos um cântico sobre os Shoshannim, ou os lírios; antes tivemos os salmos 45, 60 e 69. Por que este título lhe foi dado é difícil dizer em cada caso, mas a forma poética deliciosa do presente salmo pode bem justificar o título charmoso. Eduth significa testemunho. O salmo é um testemunho da igreja como um "lírio entre espinhos". Alguns estudiosos entendem que o título aqui se refira a um instrumento de seis cordas, e Schleusner traduz as duas palavras, "o hexacorde do testemunho". Poderá ser que uma futura pesquisa esclareça-nos esses "ditos escuros sobre uma harpa". Será um prazer aceitá-los como evidência de que o canto sagrado não era pouco estimado nos dias antigos. Um salmo de Asafe. Um Asafe posterior, vamos crer, que teve a infelicidade de viver, como o "último ministrel", em maus tempos. Se foi pelo Asafe do tempo de Davi, este salmo foi escrito com o espírito de profecia, pois canta sobre tempos que Davi não conheceu.
(Charles Spurgeon)

João 13
Jesus quer mostra-nos com seu exemplo o seguinte: como ele se desfaz de toda a sua glória, esquecendo-a e não a usando por honra, poder e pompa próprios, mas com ela serve os seus servos, que assim também procedamos nós: que não nos orgulhemos de nossos próprios dons nem os usemos para honra própria,  mas que com eles sirvamos de boa vontade ao próximo e os aproveitemos para seu benefício.
(Martinho Lutero)