Leitura bíblica - dia 110

Levítico 16

Pregação

Através de Moisés, Deus orienta a Arão que não entre a toda hora no Lugar Santíssimo para que não morra, como aconteceu com seus filhos, e passa as instruções de como proceder.

Salmos 106
Este salmo começa e termina com Aleluia - "Dêem graças ao Senhor". O espaço entre essas duas descrições de louvor é preenchido com os lamentosos detalhes do pecado de Israel, e a extraordinária paciência de Deus, e na verdade fazemos bem em bendizer ao Senhor tanto no começo como no fim de nossas meditações quando o pecado e a graça são os temas. Este cântico sagrado trata da parte histórica do Antigo Testamento, e é um dos muitos que é composto desta maneira: certamente esta deveria ser uma repreensão suficiente para aqueles que fazem pouco das Escrituras históricas; não é bom um filho de Deus tratar levianamente aquilo que o Espírito Santo usa para nossa instrução com tanta freqüência. Que outras Escrituras tinha Davi além daquelas mesmas histórias que são tão depreciadas, e contudo ele as estimava mais do que o seu alimento, e fazia delas seus cânticos na casa de sua peregrinação?
A história de Israel é escrita aqui a fim de mostrar o pecado humano, assim como o salmo anterior foi composto para magnificar a bondade divina. É, de fato, uma confissão nacional, e inclui um reconhecimento dos pecados de Israel no Egito, no deserto e em Canaã, com rogos devotos por perdão, o que tornou o salmo adequado para uso em todas as gerações sucessivas, e especialmente em tempos de cativeiro nacional. É provável que tenha sido escrito por Davi - de qualquer maneira, seu primeiro versículo e os dois últimos se encontram naquele hino sagrado que Davi entregou a Asafe quando este trouxe a arca do Senhor (1Cr 16.34, 35, 36). Enquanto estamos estudando este salmo santo, vamos ver-nos entre o povo antigo do Senhor, e arrepender-nos de nossas próprias provocações ao Altíssimo, ao mesmo tempo admirando sua infinita paciência, e adorando-o por causa dela. Possa o Espírito Santo santificar nos em prol da promoção de humildade e gratidão.
(Charles Spurgeon)

Atos 21
Paulo está fazendo uma longa jornada de volta para Jerusalém e faz uma parada na cidade de Tiro. Encontra alguns irmãos que,  pelo Espírito, o aconselham a não ir até Jerusalém. Mesmo assim,  seguiram viagem passando por várias cidades. Chegaram a Cesareia onde ficaram vários dias na casa do evangelista Filipe. Alí conheceram o profeta Ágabo que predisse que Paulo seria preso em Jerusalém. Os irmãos insistiam para que ele não fosse, mas ele disse: 

"Por que vocês estão chorando e partindo o meu coração? Estou pronto não apenas para ser amarrado, mas também para morrer em Jerusalém pelo nome do Senhor Jesus".
(Atos 21:13)

Chegando em Jerusalém, de fato, Paulo é preso.