Leitura bíblica - dia 114

Levítico 20

Pregação

Punições para o pecado de quem:
- entregar filhos em sacrifício à Moloque
- consultar espíritos
- amaldiçoar pai e mãe
- cometer adultério
- praticar incesto
- praticar homossexualismo
- praticar zoofilia
- praticar sexo com qualquer tipo de parente próximo

"Não sigam os costumes dos povos que vou expulsar de diante de vocês. Por terem feito todas essas coisas, causam-me repugnância."
(Levítico 20:23)

Salmos 110
O tema é O Rei sacerdote. Nenhum dos reis de Israel unificou essas duas posições, mesmo que alguns o tenham tentado. Embora Davi realizasse alguns atos que pareceram beirar o sacerdotal, não foi nenhum sacerdote, e sim da tribo de Judá, "da qual Moisés nada disse sobre o sacerdócio", e ele era um homem piedoso demais para se lançar naquele ofício sem ser chamado. O Rei Sacerdote aqui mencionado é o Senhor de Davi, um personagem misterioso tipificado por Melquizedeque, e aguardado pelos judeus como o Messias. Ele não é senão o apóstolo e sumo sacerdote de nossa profissão de fé, Jesus de Nazaré, o Rei dos Judeus. O salmo descreve a nomeação do rei sacerdote, de seus seguidores, suas batalhas e sua vitória. Seu centro é o versículo 4, e assim pode ser dividido, como sugere Alexandre, em introdução, Sl 106.1-3; idéia central, versículo 4; e versículo suplementares, Sl 106.5-7.

Atos 25

Pregação

Agora Festo é o governador que está julgando Paulo em Cesaréia. Os judeus pedem para o julgamento ser transferido para Jerusalém, pois planejam matá-lo no caminho. Paulo se defende e apela à César.
O rei Agripa e sua esposa Berenice visitam a Festo e se interam dos acontecimentos. O rei fica curioso em conhecer Paulo, o que acontece no dia seguinte.