Leitura bíblica - dia 118

Levítico 24

Pregação

O filho de uma israelita com um egípcio se envolveu em uma briga e blasfemou contra o nome do Senhor com uma maldição. O caso foi levado a Moisés e o rapaz ficou preso até que fosse manifestada a vontade de Deus, que pouco depois disse:

"Leve o que blasfemou para fora do acampamento. Todos aqueles que o ouviram colocarão as mãos sobre a cabeça dele, e a comunidade toda o apedrejará."
(Levítico 24:14)

E assim foi feito.
Ficou também estabelecido que aquele que matasse uma pessoa,  também deveria ser morto. Quem ferisse uma pessoa, causando-lhe deficiência, deveria ser ferido da mesma forma. Olho por olho, dente por dente.

Salmos 114
Este sublime CÂNTICO DO ÊXODO é uno e indivisível. Verdadeira poesia aqui alcançou o seu auge: nenhuma mente humana foi capaz de igualar, muito menos exceder, a grandeza deste salmo. Fala de Deus como saindo à frente de seu povo do Egito à Canaã, e fazendo que toda a terra se mova com sua vinda. As coisas inanimadas são representadas como imitando as criaturas vivas quando o Senhor passa. São apostrofadas e questionadas com força de linguagem maravilhosa, até que se parece ver a cena real. O Deus de Jacó é exaltado como tendo o comando sobre rio, mar e montanha, fazendo com que toda a natureza preste homenagem e tributo à sua gloriosa majestade.
(Charles Spurgeon)

Romanos 1

Pregação com Augustus Nicodemus

Hoje vamos começar a leitura da carta de Paulo aos romanos.
Muita gente séria no meio cristão,  considera este o principal texto bíblico. Ao longo da carta, encontramos cada um dos pontos da Doutrina da Graça:

- Corrupção Humana
(3:9/20  -  5:8,12 e 18  -  7:14/25)

- Eleição Incondicional
(9:11/24  -  11:5/10)

- Expiação Limitada
(4:25  -  5:8  -  8:32/34)

- Graça Irresistível
(8:29/30  -  9:11/12)

- Perseverança dos Santos
( 5:17  -  8:28/39  -  11:25/29  -  14:4  -  16:25)

- Soberania Exaustiva de Deus
(9:1/23)