Leitura bíblica - dia 94

Levítico 1
Com o Tabernáculo pronto, iniciamos este terceiro livro de Moisés com o estabelecimento do padrão dos holocaustos que seriam oferecidos a Deus. Ofertas de gado de rebanho ou gado miúdo, carneiros, cabritos e aves. Temos aqui passo a passo, os rituais feitos para que fossem perdoados os pecados dos indivíduos através do derramamento de sangue, o que nitidamente já apontava para a obra de Cristo.

Salmos 91
Este salmo não tem título, e não possuímos meios de saber ao certo o nome do escritor, nem a data de sua composição. Os doutores judaicos consideram que, quando o nome do autor não é mencionado, podemos atribuir o salmo ao último escritor nomeado; e, se for assim, este é outro salmo de Moisés, o homem de Deus. Muitas expressões aqui são similares àquelas de Moisés em Deuteronômio, e a evidência interna, pelas expressões idiomáticas, apontariam-no como o compositor. A vida prolongada de Josué e Calebe, que seguiram plenamente o Senhor, ilustra com grandeza este salmo, pois eles, como recompensa por terem permanecido sempre perto do Senhor, continuaram a viver "entre os mortos, em meio aos seus túmulos". Por essa razão, não é improvável que este salmo tenha sido escrito por Moisés, mas não ousamos ser dogmáticos a esse respeito. Se a pena de Davi foi usada para nos dar esse poema incomparável, não podemos acreditar, como fazem alguns, que ele assim comemorou a praga que assolou Jerusalém por ter contado o povo. Para ele, então, cantar de si mesmo que via "a recompensa dos ímpios" seria inteiramente contrário à sua declaração, "Eu pequei, mas estas ovelhas, o que fizeram?" e a ausência de qualquer alusão ao sacrifício sobre Sião não poderia ser de qualquer forma explicada, visto que o arrependimento de Davi inevitavelmente o teria levado a frisar o sacrifício expiatório e o aspergir do sangue pelo hissopo.

Em toda a coletânea não há nenhum salmo mais alegre, seu tom é elevado e sustentado do começo ao fim, a fé é clara e seu texto é nobre. Um médico alemão costumava dizer que ele era a melhor defesa em tempos de cólera, e, na verdade, constitui mesmo um medicamento celestial contra pragas e pestes. Aquele que pode viver no espírito do salmo 91 será destemido, mesmo que as cidades sejam assoladas por pestes e pragas, e os túmulos se encham de carcaças.
(Charles Spurgeon)

Atos 6
Um curto e importante capítulo do livro de Atos.  Os apóstolos pedem para que a comunidade escolha sete diáconos que tomariam conta da distribuição e assistência aos necessitados.  Assim, foram eleitos Estêvão,  Filipe, Prócoro, Nicanor, Timão, Pármenas e Nicolau.
Estêvão se destacava por ser cheio do Espírito Santo e fazia grandes sinais, o que, como sempre, desagradava os religiosos, que armaram contra ele, levando-o a interrogatório, acusando-o com falsas testemunhas de blasfêmia.

"Olhando para ele, todos os que estavam sentados no Sinédrio viram que o seu rosto parecia o rosto de um anjo."
(Atos 6:15)