Leitura bíblica - dia 128

Números 7
Ofertas são trazidas ao Tabernáculo: ouro, prata, incenso e animais, por determinação de Deus.

Salmos 124
Um cântico dos degraus de Davi. Naturalmente, alguns críticos atacam o título como sendo incorreto, mas nós podemos ficar à vontade para aceitar ou não suas afirmações. Declaram que há certos ornamentos de linguagem nesse pequeno poema que seriam estranhos ao período davídico. Pode ser verdade; mas em sua sabedoria superlativa aventuraram-se em tantas outras declarações questionáveis, que não queremos aceitar esse dictum. Esse cântico de fato se parece muito com os de Davi, e não conseguimos entender por que lhe seria tirada a autoria. Quer seja ou não uma composição sua, exala o mesmo espírito daquele que anima os cânticos incontestados do rei compositor.
(Charles Spurgeon)

Romanos 11
Quando a pessoa percebeu sua impotência por meio dos preceitos e já ficou ansiosa quanto a como satisfazer a lei, visto que é necessário satisfazê-la completamente (caso contrário a pessoa será condenada sem qualquer esperança), então, realmente humilhada, não encontra em si mesma aquilo pelo qual possa ser justificada e salva. Neste ponto se faz presente a outra parte da Escritura - as promissões de Deus que anunciam Sua glória e dizem:

"Se queres cumprir a lei, creia em Cristo, no qual te são prometidas graça, justiça, paz, liberdade e tudo. Se creres terás. Se não creres ficarás sem."

Pois o que te é impossível em todas as obras da lei, que são muitas e assim mesmo inúteis, isso cumprirás de modo fácil e resumido pela fé. Porque Deus Pai depositou tudo na fé para que quem tem a esta tenha tudo. Quem não a tem, não tenha nada.

"...pois encerrou todas as coisas sob a incredulidade para compadecer-se de todos"
(Romanos:11:32)

(Martinho Lutero)