Leitura bíblica - dia 140

Números 19
Deus exigiu um ritual de purificação no qual uma água especial deveria ser usada na cerimônia.

Parece que Deus deu esta ordenança como à conseqüência da rebelião de Coré.

Porque depois da praga que matou milhares de pessoas, os judeus tinham que cuidar dos mortos e por isso ficaram sujos porque tinham contato com os cadáveres deles e tinham que ser limpos para fazer o serviço de Deus depois.

Então, Deus deu esta ordenança com este fim.

Mas preparar a tal água não seria tão fácil assim...

Salmos 136
Não sabemos por quem este salmo foi escrito, mas sabemos que foi cantado no templo de Salomão (2Cr 7.2, 6), e pelos exércitos de Josafá quando eles celebraram a vitória no deserto de Tecoa (2Cr 20.22). Por sua forma marcante podemos concluir que era um hino popular entre o antigo povo de Deus. A maioria dos hinos com um coro sólido, simples, torna-se favorito nas congregações dos fiéis, e este certamente foi um dos mais amados. Não apresenta nada senão louvor. Tem sintonia com o êxtase, e só pode ser apreciado plenamente por um coração piedosamente agradecido.

Começa com um louvor triplo ao Senhor Triúno (Sl 136.1-3), então nos dá seis notas de louvor ao Criador (Sl 136.4-9), seis mais sobre livramento do Egito (Sl 136.10-15), e sete sobre a viajem pelo deserto e a entrada em Canaã. Depois temos dois versículos alegres de gratidão pessoal por misericórdia presente (Sl 136.23-24), um (Sl 136.25) para contar da providência universal do Senhor, e um versículo para estimular o louvor incessante.
(Charles Spurgeon)

1 Coríntios 7
É um capítulo que fala basicamente sobre casamento e solteirice.

1 Coríntios 7:35 - Estou dizendo isso para o próprio bem de vocês; não para lhes impor restrições, mas para que vocês possam viver de maneira correta, em plena consagração ao Senhor.