Leitura bíblica - dia 151

Números 30

Este capítulo trata sobre votos e juramentos individuais. Veja:

Números 30:2 - Quando um homem fizer um voto ao Senhor ou um juramento que o obrigar a algum compromisso, não poderá quebrar a sua palavra, mas terá que cumprir tudo o que disse.

O mesmo vale para as mulheres,  desde que com a aprovação do pai ou do marido.

Números 30:5 - Mas, se o pai (ou o marido) a proibir quando souber do voto, nenhum dos votos ou dos compromissos a que se obrigou será válido; o Senhor a perdoará porque o seu pai (ou marido) a proibiu.

Salmos 146

Estamos agora entre os Aleluias. O restante de nossa viagem se estende entre as montanhas aprazíveis. Tudo é louvor até o término do livro. A música está em alto tom: a música é acompanhada com címbalos altissonantes. Oh, que tenhamos um coração cheio de gratidão jubilosa, para que possamos correr, saltar e glorificar Deus, assim como estes salmos fazem.
Alexandre crê que este canto possa ter sido composto em duas partes equivalentes; na primeira, vemos a felicidade daqueles que confiam em Deus, e não no homem (Sl 146.1-5), enquanto que a segunda dá a razão disso tirada das perfeições divinas (Sl 146.5-10). Isso poderia bastar para nosso objetivo; mas como na realidade não há quebra alguma, vamos deixá-lo inteiro. É "uma pérola", um incensório sagrado de incenso santo, exalando um doce perfume.
(Charles Spurgeon)

2 Coríntios 2

Os versículos de 1 a 4, são na verdade a conclusão do capítulo anterior, numa daquelas divisões estranhas encontradas na Bíblia. Já dissemos aqui, que o texto bíblico é a Palavra de Deus revelada ao homem, perfeitamente, pelo próprio Espírito de Deus. Porém, as divisões de capítulos e versículos foram acrescentadas posteriormente por homens falhos como nós. Fique sempre atento a isso.

O capítulo começa pra valer no versículo 5, falando sobre perdoar a um irmão que porventura tenha causado tristeza à igreja. Devemos lembrar de que todos estamos sujeitos à queda e devemos usar o preceito cristão de tratarmos ao próximo da mesma maneira que gostaríamos de ser tratados em uma situação semelhante.

Nos versículos 15 e 16 uma forte reflexão, longe do evangelho smilingüido de nossos dias:

2 Coríntios 2:15-16 porque para Deus somos o aroma de Cristo entre os que estão sendo salvos e os que estão perecendo. Para estes somos cheiro de morte; para aqueles fragrância de vida. Mas, quem está capacitado para tanto?

No final do capítulo, um retrato do bom e verdadeiro cristão:

2 Coríntios 2:17 - Ao contrário de muitos, não negociamos a palavra de Deus visando lucro; antes, em Cristo falamos diante de Deus com sinceridade, como homens enviados por Deus.