Leitura bíblica - dia 172

Deuteronômio 15

Está escrito:

Sempre haverá pobres em sua terra. Por isso te ordeno que abra sua mão para os teus pobres e irmãos necessitados
(Deuteronômio 15:11)

Deus ainda ordenou-lhes de modo muito rigoroso que não deixassem ninguém chegar ao ponto de ter de mendigar:

Contudo não haverá entre ti pobre algum
(Deuteronômio 15:4)

Ora, se Deus ordenou isso no Antigo Testamento, quanto mais deveríamos nós cristãos assumirmos o compromisso de, não apenas não deixar ninguém passar necessidade ou mendigar, mas além disso estarmos dispostos a entregar tudo que nos queiram tirar a força.
(Martinho Lutero)

Provérbios 17

28 provérbios variados

Efésios 5

Vós, mulheres, submetei-vos a vossos maridos, como ao Senhor;

Vós, maridos, amai a vossas mulheres, como também Cristo amou a igreja, e a si mesmo se entregou por ela.
(Efésios, 5:22 e 25)

Com isso o apóstolo Deixa suficientemente claro, que o matrimônio é um estado divino, agradável a Deus, porque o próprio Deus ou instituiu. Além disso, toma-o por exemplo e modelo do casamento espiritual no qual se deve reconhecer seu amor e sua vontade para conosco e no qual todos nós nos devemos espelhar diariamente. De modo especial, os cônjuges devem, no trato de um para com o outro, seguir esse modelo em seu estado matrimonial.