Leitura bíblica - dia 183

Deuteronômio 26

Deus ordena que, ao tomarem posse da terra,  os israelitas apresentem diante do altar,  os primeiros frutos colhidos, como uma oferta de primícias. Também institui os dízimos, embora, de uma forma bem diferente daquela que você aprendeu:

Quando acabares de separar todos os dízimos da tua colheita do terceiro ano, que é o ano dos dízimos, dá-los-ás ao levita, ao estrangeiro, ao órfão e à viúva, para que comam dentro das tuas portas, e se fartem.
(Deuteronômio 26:12)

Provérbios 28

Chamados Provérbios Antitéticos.  Vamos destacar o versículo 26, para quem confia simplesmente em sua aparência piedosa, desprezando o fato de estar constantemente sujeito ao pecado por conta da sua natureza má.

Ainda que o seu ódio se encubra com dissimulação, publicamente será revelada a sua malícia.
(Provérbios, 26:26)

1 Tessalonicenses 2

...mas, assim como fomos aprovados por Deus para que o evangelho nos fosse confiado, assim falamos, não para agradar aos homens, mas a Deus, que prova os nossos corações.
Pois, nunca usamos de palavras lisonjeiras, como sabeis, nem agimos com intuitos gananciosos. Deus é testemunha,
(1 Tessalonicenses 2:4-5)

Desconfie daquele evangelho que diz simplesmente que "Jesus te ama e tem um plano maravilhoso na sua vida". O Verdadeiro Evangelho é aquele que vai confrontar as pessoas, porque vai ferir aquilo que elas têm de mais sagrado: o seu ego! O Evangelho, antes de mais nada, ensina que as pessoas são ímpias, condenando seu livre arbítrio, sua sabedoria e filosofia, sua justiça própria.  Resumindo: o Evangelho ensina que não existe nada em nós que seja eficaz para merecermos o favor de Deus. Por outro lado, ensina também que  alcançamos a remissão dos nossos pecados (somente) pela misericórdia de Deus aos que crêem em Cristo.

Veja o que Lutero escreveu sobre isso:

Se pois condenamos os homens e todas as suas inclinações, não pode acontecer outra coisa a não ser que, prontamente, encontremos sua mais acerba aversão, perseguição, excomunhão, condenação e massacre.

Condenar estes excelentes e mais elevados dons do mundo,  certamente não é agradar ao mundo, mas antes procurar espontaneamente ódio e infortúnio e também encontrá-los prontamente.