Leitura bíblica - dia 188

Deuteronômio 31

Moisés sabe que seu fim está próximo e aponta Josué (o mesmo que Jesus em hebraico) como seu sucessor.

Cento e vinte anos tenho eu hoje. Já não posso mais sair e entrar; e o Senhor me disse: Não passarás este Jordão.

Então chamou Moisés a Josué, e lhe disse à vista de todo o Israel: Sê forte e corajoso, porque tu entrarás com este povo na terra que o Senhor, com juramento, prometeu a teus pais lhes daria; e tu os farás herdá-la.
(Deuteronômio 31:2 e 7)

Em seguida, Moisés instrui para que a cada sete anos, toda a Lei seja lida publicamente durante a Festa das Cabanas.

Deus já prediz que o povo iria se corromper:

Porque o introduzirei na terra que, com juramento, prometi a seus pais, terra que mana leite e mel; comerá, fartar-se-á, e engordará; então, tornando-se para outros deuses, os servirá, e me desprezará, violando o meu pacto.
E será que, quando lhe sobrevierem muitos males e angústias, então este cântico responderá contra ele por testemunha, pois não será esquecido da boca de sua descendência; porquanto conheço a sua imaginação, o que ele maquina hoje, antes de eu o ter introduzido na terra que lhe prometi com juramento.
(Deuteronômio 31:20-21)

Eclesiastes 2

Salomão fala sobre:
- a vaidade das possessões

E tudo quanto desejaram os meus olhos não lho neguei, nem privei o meu coração de alegria alguma; pois o meu coração se alegrou por todo o meu trabalho, e isso foi o meu proveito de todo o meu trabalho. Então olhei eu para todas as obras que as minhas mãos haviam feito, como também para o trabalho que eu aplicara em fazê-las; e eis que tudo era vaidade e desejo vão, e proveito nenhum havia debaixo do sol.
(Eclesiastes 2:10-11)

- a vaidade da sabedoria

Eu disse no meu coração: Como acontece ao estulto, assim me sucederá a mim; por que então busquei eu mais a sabedoria; Então respondi a mim mesmo que também isso era vaidade.
(Eclesiastes 2:15)

- a vaidade do trabalho

Também eu aborreci todo o meu trabalho em que me afadigara debaixo do sol, visto que tenho de deixá-lo ao homem que virá depois de mim. E quem sabe se será sábio ou estulto? Contudo, ele se assenhoreará de todo o meu trabalho em que me afadiguei, e em que me houve sabiamente debaixo do sol; também isso é vaidade.
(Eclesiastes 2:18-19)

2 Tessalonicenses 2

Paulo alerta para que não se enganem quanto a vinda de Cristo,  ressaltando que antes disso virá o anti-cristo. E aquele que se deixar enganar, não será salvo. Perceba que em momento algum,  Deus deixa de ter o controle da situação, sendo Ele próprio a dar poderes para o enganador:

Por essa razão Deus lhes envia um poder sedutor, a fim de que creiam na mentira, e sejam condenados todos os que não creram na verdade, mas tiveram prazer na injustiça.
(2 Tessalonicenses 2:11-12)

O capítulo ainda traz uma exortação à perseverança, destacando pontos importantes da verdadeira fé cristã,  como a salvação pela fé e a eleição:

Mas nós devemos sempre dar graças a Deus por vocês, irmãos amados pelo Senhor, porque desde o princípio Deus os escolheu para serem salvos mediante a obra santificadora do Espírito e a fé na verdade.
(2 Tessalonicenses 2:13)