Leitura bíblica - dia 191

Deuteronômio 34

Capítulo final deste importante livro.  Narra a morte de Moisés e sua sucessão por Josué.

Moisés tinha cento e vinte anos de idade quando morreu; no entanto, nem seus olhos nem seu vigor físico haviam desvanecido.
Contudo, Josué, filho de Num, estava cheio do Espírito de sabedoria, porque Moisés havia imposto suas mãos sobre ele; e, portanto, os filhos de Israel lhe deram ouvidos e fizeram tudo conforme o SENHOR ordenara a Moisés.
(Deuteronômio 34:7 e 9)

Eclesiastes 5

Este capítulo as vezes parece fazer parte do livro de Provérbios:

Das muitas ocupações surgem sonhos; do muito falar nasce a conversa inútil e perversa.
(Eclesiastes 5:3)

Muitos sonhos, e sonhos absurdos, acabam provocando conversas insensatas. Tu, porém, conserva o temor, o teu amor reverente, a Deus!
(Eclesiastes 5:7)

1 Timóteo 3

Paulo fala a Timóteo sobre as características ideias para quem pretende conduzir uma igreja local:

É fundamental, pois, que o bispo seja irrepreensível, marido de uma só esposa, equilibrado, tenha domínio próprio, seja respeitável, hospitaleiro, capacitado para ensinar; não deve ser apegado ao vinho, nem violento, mas sim amável, pacífico e não amante do dinheiro.
(1 Timóteo 3:2-3)

No final do capítulo, uma importante revelação da Escritura sobre a divindade de Cristo:

Sem dúvida, grande é esse mistério da fé: Deus foi manifestado em carne, foi justificado no Espírito, contemplado pelos anjos, pregado entre as nações, crido no mundo e recebido acima na glória.
(1 Timóteo 3:16)