Leitura bíblica - dia 201

Josué  11

O capítulo narra a vitória de Israel sobre os reis do norte que:

Partiram, tendo com eles todos os seus exércitos, um povo numeroso como areia na praia do mar, com uma enorme quantidade de cavalos e de carros.
(Josué, 11:4)

Mas:

O SENHOR Deus os entregou nas mãos de Israel que os derrotou e os perseguiu até Sidom, a grande; até Misrefote-Maim e até o vale de Mispá, a leste. Eles os mataram sem permitir que um só adversário sobrevivesse.
(Josué, 11:8)

Foram dias de grandes matanças, mas por fim, houve um período de paz:

Assim, Josué tomou toda esta terra, conforme tudo o que o SENHOR tinha dito a Moisés, e deu-a como herança a Israel, divindo-a segundo as suas tribos; e a terra descansou da guerra.
(Josué, 11:23)

Cantares 4

- És como um jardim fechado, minha noiva e minha irmã em Israel; és jardim fechado, uma fonte lacrada.

- Desperta, ó vento norte! Aproxima-te, vento sul! Soprai em meu jardim, a fim de espalhar por toda a parte os teus perfumes. Ah! Que meu amado entre em seu jardim e coma os seus frutos deliciosos!
(Cantares, 4:12 e 16)

Filemom

Vale muito conferir o comentário de João Calvino sobre esta carta, versículo por versículo neste link: